Início Igreja Online Pr. Francisco Apóstolo de Jesus Cristo (1 Pedro 1: 1-2)
 

Apóstolo de Jesus Cristo (1 Pedro 1: 1-2)

Imprimir PDF


Pedro sabia quem ele era, tinha identidade, não tinha dúvida de sua função e posição diante de Deus e dos homens.

Ele tinha sido ungido apóstolo pelo próprio Senhor Jesus (Mt. 10:1-2), ele não se elegeu apóstolo, não, ele foi ungido apóstolo, alguém maior que ele o ungiu para esse ministério.

A Igreja de Cristo é baseada nos cinco ministérios de Ef. 4:11: apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres. Pedro era um apóstolo escolhido e ungido pelo Senhor Jesus para este ministério.

O apóstolo tem a função de estabelecer, fundamentar (Ef. 2:20), alicerçar a Igreja de Cristo. O termo significa: embaixador, mensageiro, enviado extraordinário, pessoa que representa a pessoa que manda.

No Livro de Apocalipse 2:2, há uma séria crítica sobre o ministério apostólico, pois alguns homens se auto-declaravam, apóstolos, porém não haviam sido ungidos por Deus para isso.

 

Tudo no Reino de Deus está fundamentado na cadeia de autoridade, tudo tem que estar subordinado à vontade do Pai e à ordem que Ele estabeleceu sobre a terra. Foi por causa dessa cadeia de autoridade que Jesus, mesmo sendo o Cristo, o Filho de Deus, se submeteu à autoridade de João Batista, seu primo, por estar na posição de Profeta de Deus naquele momento histórico. (Mc. 1:7-11)

O Centurião de Lucas 7:8 também entendeu o poder da autoridade e Jesus ficou impressionado por um gentio ter essa compreensão.

Quando Jesus enviou os 70 missionários (Lc. 10), eles retornaram extasiados dizendo: os próprios demônios se nos submetem pelo teu nome. Mas Jesus disse a eles: Eu via Satanás caindo do céu como um relâmpago. Eis aí vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões e sobre todo o poder do inimigo, e nada, absolutamente, vos causará dano... (Lc. 10:17-19)

Toda vez que alguém passa a servir o Reino de Deus, provocará uma briga com Satanás, todavia, se esse alguém está debaixo de autoridade o Diabo não poderá fazer nada contra ele, porém se não estiver sofrerá a retaliação dos demônios, pois não agiu debaixo da cadeia de autoridade.

Isso é explicitamente demonstrado no Livro de Atos dos Apóstolos, quando alguns judeus ao verem os apóstolos, que estavam sob autoridade, praticarem libertação, expulsarem demônios de cativos, os judeus se empolgaram, e foram dar uma de exorcistas, porém sem estarem debaixo da autoridade.

E diz o texto: 13-E alguns judeus, exorcistas ambulantes, tentaram invocar o nome do Senhor Jesus sobre possessos de espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus, a quem Paulo prega. 14-Os que faziam isto eram sete filhos de um judeu chamado Ceva, sumo sacerdote. 15-Mas o espírito maligno lhes respondeu: Conheço a Jesus e sei quem é Paulo; mas vós, quem sois? 16-E o possesso do espírito maligno saltou sobre eles, subjugando a todos, e, de tal modo prevaleceu contra eles, que, desnudos e feridos, fugiram daquela casa. (At. 19:13-16)

Os filhos de Ceva, por não estarem sob autoridade, foram retaliados, feridos e envergonhados pelos demônios.

Todos nós fomos chamados para servir ao Senhor Jesus através dos ministérios, todavia tudo deve ser feito com decência e ordem, debaixo da autoridade de Deus e daqueles a quem Deus instituiu como líderes na sua Igreja.

Pessoas que têm problema de caráter, que não conseguem se submeter às leis, às autoridades superiores, estão sob o espírito de Lúcifer que foi o primeiro rebelde. Esses cristãos rebeldes, insubmissos, vivem com grandes problemas, problemas que não se resolvem, pois estão sendo retaliados por Satanás. Enquanto não houver um arrependimento verdadeiro e sincero, com a mudança de atitude, a maldição não pode ser quebrada.

 

Somente usuários registrados podem escrever comentários!

!joomlacomment 4.0 Copyright (C) 2009 Compojoom.com . All rights reserved."

Última atualização ( Qua, 09 de Março de 2011 16:39 )  
 
 

Copyright 2009 Sara Varginha. Todos os direitos reservados